manamano

A recessão causada pela pandemia do novo coronavírus teve graves consequências na vida de pequenos empreendedores e trabalhadores do mercado informal. Com o isolamento social, diversos negócios tiveram que fechar às portas ou viram suas possibilidades de renda extremamente reduzidas. Muitos também sofreram com entraves para conseguir acessar linhas de crédito emergenciais e, sem o benefício, a sobrevivência tornou-se um desafio.

Voltado para o fortalecimento de nano e microempreendedores situados em regiões periféricas do Rio de Janeiro, o Fundo Manamano é uma parceria entre instituições de fellows Ashoka (Asplande, Saúde Criança, Luta pela Paz, Gastromotiva) e a UFRJ. O objetivo do fundo é promover o resgate da autonomia e do protagonismo de famílias em situação de vulnerabilidade especialmente afetadas pela crise decorrente da pandemia do novo coronavírus.

Segundo a professora do Instituto Coppead Maribel Carvalho Suarez, o projeto é uma oportunidade tanto para os empreendedores quanto para a comunidade UFRJ. “É preciso que a universidade se conecte com os desafios que afetam a vida das pessoas. A inovação social traz resultados transformadores para a sociedade. Além disso, reforça a missão da universidade, a cultura de voluntariado e a atuação social que deve estar presente na formação dos alunos”, acredita.

E como funciona?

O Fundo ManaMano precisa do engajamento da sociedade para existir e ajudar as pessoas. Haverá uma seleção focada nos empreendedores que precisam de auxílio (financeiro e educacional), o processo de reconhecimento social, as doações e a atuação direta da UFRJ.

O processo de seleção é composto de algumas fases como o preenchimento de questionário e a apresentação de proposta do projeto por meio de vídeo. Uma vez selecionados, os empreendimentos passarão para a etapa de formação, que consiste em atividades de desenvolvimento e modelagem de negócios, além de cursos temáticos ligados à área.

Durante um período de três meses, que pode ser renovado por mais três, os beneficiários terão um acompanhamento no desenvolvimento do seu negócio através de mentorias coletivas com professores e estudantes da UFRJ e empreendedores sociais. Além disso, estes empreendedores serão acompanhados pelas equipes técnicas das ONGs.

O valor a ser investido em cada negócio será de aproximadamente R$ 2.500 para cada empreendedor. Esses recursos serão destinados à compra de insumos, de equipamentos e de acesso à Internet. Todos os investimentos serão acompanhados e subsidiados por um programa de capacitação cocriado em parceria com Ashoka, as organizações dos Fellows e a UFRJ.

O edital de seleção será publicado no site www.manamano.org.br, assim como outras informações sobre o projeto.

Quer/pode doar? Confira as informações abaixo:

Para doar via cartão de crédito e boleto bancário:
https://doe.saudecrianca.org.br/manamano/single_step

Para doar via transferência bancária
Banco do Brasil
Agência 3519
CC 25838 5
Associação Saúde Criança Renascer
CNPJ 40.358.848/0001 01

 

 

AGÊNCIA UFRJ DE INOVAÇÃO
Rua Hélio de Almeida, s/n - Incubadora de Empresas - Prédio 2 (2º andar)
Cidade Universitária | Ilha do Fundão | Rio de Janeiro - RJ | 21941614
21 3733-1788 | 21 3733-1797

              facebook       instagram   pr2 
 
 
UFRJ Agência UFRJ de Inovação - PR2 - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ