remdesivirinpi

O INPI publicou o primeiro estudo de uma série sobre os medicamentos em pesquisa para tratamento da covid-19, iniciando pelo Remdesivir, o qual foi liberado, no dia 1º de maio de 2020, pela Food and Drug Administration (FDA), para tratamento emergencial da covid-19 nos Estados Unidos.

O estudo, produzido pelo Observatório de Tecnologias Associadas à covid-19, apresenta os mecanismos de ação do Remdesivir e um resumo dos ensaios clínicos, além de indicar os pedidos de patente relacionados ao fármaco depositados no INPI.

No banco de patentes, foram identificados seis pedidos de patente da empresa norte-americana Gilead Sciences: dois estão em exame técnico no Instituto, três foram encaminhados à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para anuência prévia e um pedido aguarda o exame de admissibilidade do PCT.

Cabe destacar que o INPI publicou, no dia 7 de abril de 2020, a Portaria n° 149/2020, que permite a priorização dos pedidos de patente relacionados a inovações que possam ser usadas no combate à pandemia do novo coronavírus.

Confira o estudo completo.

 

 

AGÊNCIA UFRJ DE INOVAÇÃO
Rua Hélio de Almeida, s/n - Incubadora de Empresas - Prédio 2 (2º andar)
Cidade Universitária | Ilha do Fundão | Rio de Janeiro - RJ | 21941614
21 3733-1788 | 21 3733-1797

              facebook       instagram   pr2 
 
 
UFRJ Agência UFRJ de Inovação - PR2 - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ