enac

O Encontro Nacional de Acessibilidade Cultural – ENAC é uma iniciativa do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural. Desenvolvida pelo Departamento de Terapia Ocupacional e pelo Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ, essa iniciativa que conta com o apoio do Ministério da Cultura tem sido um instrumento importante para a promoção da pauta do direito das pessoas com deficiência no que diz respeito à cidadania cultural, além de ser um espaço de difusão de experiências, aproximação e fortalecimento de políticas públicas, construção de parcerias institucionais e fomento de novas ações e projetos em acessibilidade cultural para pessoas com deficiência. Em sua quarta edição, a proposta do ENAC é dar continuidade à sua missão: divulgar e aproximar experiências, iniciativas, parceiros e instituições que atuem em prol da cultura acessível, promover reflexão sobre a cidadania cultural da pessoa com deficiência e fomentar intercâmbios e redes.

Em 2013, o I ENAC foi o evento de inauguração da primeira turma do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural. Na ocasião, realizou-se também o III Seminário Nacional de Acessibilidade em Ambientes Culturais (III SENAC), promovido pelo Núcleo Pró-Cultura Acessível da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com quem foi firmada uma parceria visando a iniciar a construção de uma rede de formação em acessibilidade cultural no país.

Junto a esses eventos, ocorreu a I Conferência Livre de Acessibilidade Cultural, que articulou delegados e apresentou 90 propostas para a III Conferência Nacional de Cultura, aprovando entre outras, a meta 3.18 como prioritária do eixo III. Em maio de 2014, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte, através do Setor de Acessibilidade da Secretaria de Educação a Distância desta instituição, realizou-se o II ENAC e o IV SENAC. A iniciativa fez parte da programação do TEIA da Diversidade – Encontro Nacional dos Pontos de Cultura.

No ano de 2015, em sua terceira edição, o ENAC voltou a ser realizado na cidade do Rio de Janeiro, no âmbito da segunda turma do Curso de Especialização em Acessibilidade Cultural da UFRJ, potencializando a continuidade das ações em rede, socializando conhecimentos e experiências, mobilizando parceiros, articulando e pautando as políticas públicas culturais. O III ENAC teve programação ampliada, incluindo atividades do Grupo de Trabalho (GT) de Pontos de Cultura e Acessibilidade da Rede do Programa Cultura Viva e o Seminário Acessibilidade Cultural e Audiovisual, refletindo a crescente relevância do tema para esta que é uma das principais vertentes das Indústrias Culturais e Criativas. Também foi realizado o Encontro Acessibilidade, Terapia Ocupacional e Cultura, que discutiu o perfil do terapeuta ocupacional em relação a ações e iniciativas que mobilizem e favoreçam a promoção e a institucionalização da cidadania cultural. As três edições do ENAC registraram um público de 430 participantes. Destaca-se a importância das parcerias que realizamos com a UFRGS e a UFRN, instituições aliadas para o projeto de formação interinstitucional.

O IV ENAC acontece entre os dias 1º e 10 de setembro de 2016. A programação proposta envolve a realização de oficinas, rodas de conversa, mesas redondas, exposição de pôsteres dos trabalhos científicos produzidos pelos discentes de pós-graduação e a realização do evento Sencity em parceria com o MAM-SP. O evento toma lugar no Colégio Brasileiro de Altos Estudos, no Flamengo; na Casa da Ciência, em Botafogo; no Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, além do Laboratório de Tecnologia Assistiva e do Museu da Geodiversidade, na Cidade Universitária na Ilha do Fundão. Outras atividades também serão realizadas no Cinema Nosso, na Lapa.

Confira, a seguir, a programação do evento:

 

OFICINAS DE ACESSIBILIDADE CULTURAL (01/09 a 09/09)

Dirigidas a um público distinto e com carga horária especifica, as 16 oficinas oferecidas durante o IV ENAC têm como objetivo sensibilizar e capacitar os participantes em diferentes conteúdos e tecnologias que auxiliam a promoção da cidadania cultural das pessoas com deficiência.

Para possibilitar a participação de forma ampliada, os interessados devem se inscrever em apenas duas oficinas da programação, indiferente de sua participação no seminário.

Recursos de acessibilidade: mediação em libras.

 

SEMINÁRIO DE ACESSIBILIDADE CULTURAL – ENAC (05/06 e 06/09)

Nas edições anteriores, o ENAC se concentrou na realização do Seminário. Na segunda edição, realizada em maio de 2014, na cidade de Natal, em parceria com a UFRN e com o Encontro Nacional de Pontos de Cultura – TEIA Nacional, foi oferecida uma grade de oficinas que proporcionou capacitação aos interessados.

Este ano, o seminário do IV ENAC propõe alguns temas que ainda não haviam sido oferecidos aos participantes ao mesmo tempo em que mantém outros para aprofundar as questões da acessibilidade cultural para pessoas com deficiência, a partir de novas e antigas vozes.

Recursos de acessibilidade: legendagem em tempo real, tradução e interpretação em libras e audiodescrição.

Local: Salão do Colégio Brasileiro de Altos Estudos – CBAE/UFRJ, Av. Rui Barbosa, 762 – Flamengo

 

CONFERÊNCIAS (05/09 e 08/09)

- Deficiência, Discriminação e Igualdade, com Izabel Maior/ UFRJ (05/09, 10h45)

- Arte e acessibilidade cultural, com Betty Siegel/ Diretora do VSA (Very Special Arts) e de Acessibilidade no The John F. Kennedy Center for the Performing Arts (08/09, 9h)

Recursos de acessibilidade: legendagem em tempo real, tradução e interpretação em libras e audiodescrição

Local: Salão do Colégio Brasileiro de Altos Estudos – CBAE/UFRJ, Av. Rui Barbosa, 762 – Flamengo

 

RODAS DE CONVERSA

 A proposta das rodas de conversa no IV ENAC tem como objetivo fomentar provocações e apontar desafios e possibilidades. Cada convidado terá de 5 a 10 minutos para expor suas impressões sobre o tema. Depois o debate será aberto para que os participantes inscritos apresentem suas questões, iniciando a troca de informações, experiências e reflexões através de um diálogo horizontal entre os convidados provocadores e o público inscrito interessado no tema. A Roda de Conversa "UFRJ Acessível", será coordenada por Iris Guardatti, responsável pelo setor de Inovação Social da Agência UFRJ de Inovação.

 

PROGRAMAÇÃO CULTURAL

Diversas manifestações culturais e linguagens artísticas integram a programação do IV ENAC.

Um Pé de Poemas e Livros Acessíveis, atividade de mediação de leitura coordenada pelo Pontão de Cultura TEAR, dará aos participantes os frutos da acessibilidade de fruição estética da poesia escrita logo no primeiro dia.

Até o dia 7, o evento contará com a exposição “Fotografando com os Sentidos”, de fotógrafos cegos de Natal-RN, a partir da oficina Não Ver e Ser Visto, além da Exposição de Pôsteres Científicos dos trabalhos de conclusão de curso das duas turmas da Especialização em Acessibilidade Cultural da UFRJ.

No dia 3, será realizada uma sessão do cineclube ENAC na Casa da Ciência da UFRJ que exibirá o longa Mutum.

Nos dias 5 e 6, o evento abrigará a instalação Acessibilidade Hi-Tech, desenvolvida no Núcleo de Computação Eletrônica da UFRJ, e uma mostra da exposição O Mar Brasileiro na Ponta dos Dedos, do Museu Nacional/UFRJ.

No dia 9, o evento segue para a Quinta da Boa Vista, para uma história deste parque municipal, além de uma visita acessível pelo Museu Nacional.

Por fim, o IV ENAC se encerrará com a realização da Sencity UFRJ, primeira edição carioca deste evento multissensorial de conexão entre surdos e música, criado na Holanda e difundido internacionalmente. Pista de dança vibratória, aromas jóqueis, food jóqueis e diversas outras atrações que “só sentindo, não dá pra explicar”.

Para saber mais sobre o ENAC clique aqui.

AGÊNCIA UFRJ DE INOVAÇÃO
Rua Hélio de Almeida, s/n - Incubadora de Empresas - Prédio 2 (salas 25 a 29)
Cidade Universitária | Ilha do Fundão | Rio de Janeiro - RJ | 21941614
21 3733-1793 | 21 3733-1788

              facebook        
 twitter 
UFRJ Agência UFRJ de Inovação - PR2 - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ