profnitlogoO Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para a Inovação (PROFNIT) está em busca de novos profissionais para ampliar seu corpo docente. O programa consiste num mestrado profissional dedicado ao aprimoramento da formação dos interessados em atuar nas competências dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e demais ambientes promotores de inovação.

A nova chamada busca substituir docentes que se aposentaram e agregar novos docentes com vistas ao atendimento à elevada demanda de candidatos no âmbito dos pontos focais já existentes, constantes do projeto aprovado pelo CTC/CAPES no APCN 367/2014. Os professores devem possuir habilidades diretamente relacionadas às atividades de propriedade intelectual e transferência de tecnologia ou demais áreas relacionadas à inovação tecnológica. A expectativa é incrementar de imediato o número de docentes do curso em até 30%.

Segue uma lista dos critérios que serão observados no credenciamento dos novos docentes:

- Possuir título de Doutor;
- Atuação profissional nas competências dos NITs (PI&TT e Inovação Tecnológica);
- Produção técnica em PI&TT e inovação tecnológica (prestação de serviços tecnológicos conforme a Lei da Inovação, propriedade industrial e registro de software, proriedade intelectual licenciada, procedimentos de NITs, portfólios e material didático e de suporte aos NITs, desenvolvimento regional e inovação, etc.);
- Produção bibliográfica em PI&TT e inovação tecnológica (excluídos anais e resumos) nos últimos 3 anos conforme as recomendações da CAPES;
- Recomendável experiência em orientações de iniciação científica ou tecnológica e de mestrado;
- Desejada formação complementar de atualização em PI&TT e inovação tecnológica e análogos (cursos organizados por OMPI, INPI, FORTEC, NITs e Redes de NITs, Política em CT&I);
- Desejada inserção nacional e internacional em propriedade intelectual, transferência de tecnologia e inovação tecnológica e análogos (grupos de trabalho, assessoramento ou conselhos de âmbito nacional ou internacional, cargos governamentais, associações, organização de eventos, coordenação de projetos, serviços tecnológicos, etc.).

Todos os detalhes da chamada (válida apenas para as instituições já credenciadas) estão disponíveis aqui. Os interessados devem entrar em contato até o dia 17 de agosto através do email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..


Programa aprovado com nota 4 pela CAPES

Já aprovado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) com nota 4, o curso vem sendo elaborado pela Associação Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC) desde o ano de 2014, tendo contado com a participação de dezenas de docentes e pesquisadores do tema em várias instituições a ela associadas. Criado em 2006, o FORTEC é uma associação de representação dos responsáveis pelo gerenciamento das políticas de inovação e das atividades relacionadas à propriedade intelectual e à transferência de tecnologia nas universidades, institutos de pesquisa e demais instituições gestoras de inovação.

Como membro do FORTEC desde a sua fundação, a UFRJ é uma das instituições que foram consultadas sobre o interesse em integrar o PROFNIT, sinalizando de maneira positiva. Posteriormente foi proposto que coubesse à UFRJ assumir o papel de polo do PROFNIT no estado do Rio de Janeiro, atuando também na coordenação das atividades das demais instituições de ensino e pesquisa do estado, a exemplo de UEZO, UFRRJ, CEFET, além do próprio INPI.

Em função da necessidade do PROFNIT estar sediado em uma unidade acadêmica, o Instituto de Microbiologia Paulo de Góes (IMPPG) concordou em alocar este mestrado profissional em sua pós-graduação. Grande parte desta articulação envolvendo a UFRJ e outras instituições foi fruto do esforço da professora Flávia Lima do Carmo, coordenadora adjunta da Agência UFRJ de Inovação. Segundo ela: “Por ser um mestrado profissionalizante de âmbito nacional, é inestimável a contribuição do PROFNIT nesta área estratégica e de extrema importância para o desenvolvimento do pais. O aumento de profissionais capacitados para trabalhar com propriedade intelectual e transferência de tecnologia irá contribuir de forma efetiva para acelerar o processo de inovação”.

A grade curricular do programa contará com cinco disciplinas obrigatórias e treze optativas/eletivas. As obrigatórias são: Conceitos e Aplicações de Propriedade Intelectual (PI); Conceitos e Aplicações de Transferência de Tecnologia (TT); Prospecção Tecnológica; Políticas Públicas de Ciência, Tecnologia e Inovação e o Estado Brasileiro; e Metodologia da Pesquisa Científico-Tecnológica e Inovação. Já as disciplinas eletivas são: Indicadores Científicos e Tecnológicos; Projetos em Ciência, Tecnologia e Inovação; Pesquisa Tecnológica Qualitativa e Quantitativa; Indicações Geográficas e Marcas Coletivas; Propriedade Intelectual e suas vertentes em Biotecnologia Fármacos e Saúde; Propriedade Intelectual nas Indústrias Alimentícia e Química; Propriedade Intelectual nas Engenharias e nas Tecnologias da Informação e Comunicação; Propriedade Intelectual no Agronegócio; Gestão da Transferência de Tecnologia em Ambientes de Inovação; Valoração Sistêmica de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia; Negociação Contratos e Formalização de Transferência de Tecnologia; Empreendedorismo em Setores Tecnológicos; e Ambientes de Inovação e suas interações sistêmicas.

Vale destacar que disciplinas que integram o PROFNIT podem também ser oferecidas por outros programas de pós-graduação, a exemplo da matéria Prospecção Tecnológica, que pode ampliar a visão de pós-graduandos das áreas de Ciências Exatas, e da Saúde, entre outras.

 

AGÊNCIA UFRJ DE INOVAÇÃO
Rua Hélio de Almeida, s/n - Incubadora de Empresas - Prédio 2 (salas 25 a 29)
Cidade Universitária | Ilha do Fundão | Rio de Janeiro - RJ | 21941614
21 3733-1793 | 21 3733-1788

              facebook        
 twitter 
UFRJ Agência UFRJ de Inovação - PR2 - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ