pronatec empreendedor

Uma aula magna ministrada em Brasília, no dia 16 de fevereiro, e que contou com a presença de diversos professores do ensino médio de várias cidades brasileiras, marcou a inauguração do Pronatec Empreendedor. O projeto, que integra o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), é fruto de uma parceria que envolve o Ministério da Educação, o Sistema Brasileiro de apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), e outros atores como o Instituto Gênesis e o Departamento de Educação da PUC-Rio.

O evento contou com a participação de José Aranha, vice-diretor da Associação Nacional de Promoção de Empreendimentos Inovadores (Anprotec) e da professora Sandra Korman, atual coordenadora do setor de Empreeendedorismo da Agência UFRJ de Inovação, cuja apresentação tratou sobre os “Desafios e Contexto para o Ensino de Empreendedorismo”.

O projeto Pronatec Empreendedor se trata de um curso de especialização que tem por objetivo capacitar pessoas e inserir conteúdos relativos à temática do empreendedorismo inovador em diferentes cursos de educação profissional em todo o país, trabalhando, dentre outras competências, a perspectiva do autoemprego, por exemplo. Ele terá duração de 18 meses e se divide em 12 disciplinas, como Contexto do Empreendedorismo, Atitude Empreendedora, Plano de Negócios, Gestão de Projetos, e outras.

Oferecida pela PUC-Rio, a especialização abordará disciplinas que vão além dos conceitos básicos de empreendedorismo, unindo o conhecimento técnico ao empreendedor. O objetivo é fazer com que os professores transformem suas instituições de ensino a partir da visão empreendedora, estimulando a criação de um círculo virtuoso de melhoria da qualificação do professor, do aluno e do empreendedor.

Mais de 400 professores vinculados ao Pronatec se inscreveram no processo seletivo. Uma das docentes que está contribuindo para o projeto com a elaboração de conteúdos é a professora Sandra Korman, que também desenvolve o programa “Inovação como Projeto de Vida” na Agência UFRJ de Inovação. Conforme explicou, este programa é um dos alicerces para a visão de empreendedorismo que se busca difundir através do Pronatec Empreendedor. Segundo ela: “Trata-se de uma preciosa oportunidade de levantar alguns questionamentos essenciais em relação ao empreendedorismo. O ‘como empreender’ é uma questão importante, mas que decorre de outras, tais quais ‘o que empreender’, ‘por que empreender’ e ‘para que empreender’. Estas são questões igualmente importantes, mas que muitas vezes acabam sendo negligenciadas”.

Já Júlia Zardo, coordenadora do projeto e atual doutoranda do Instituto de Economia da UFRJ, comentou sobre a importância do tema para a economia nacional: "Unir a cultura empreendedora ao ensino técnico é algo disruptivo. Além disso, ensinar empreendedorismo é uma forma de democratizar o conhecimento e incentivar as pequenas empresas, que cada vez mais movimentam a economia do país”.

As aulas serão realizadas à distância, via e-learning, em Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), com dois encontros presenciais. O primeiro contou com a participação de todos os alunos e professores para a aula magna de apresentação do curso, enquanto o segundo será realizado na defesa do Trabalho de Conclusão de Curso, na PUC-Rio.

AGÊNCIA UFRJ DE INOVAÇÃO
Rua Hélio de Almeida, s/n - Incubadora de Empresas - Prédio 2 (salas 25 a 29)
Cidade Universitária | Ilha do Fundão | Rio de Janeiro - RJ | 21941614
21 3733-1793 | 21 3733-1788

              facebook        
 twitter 
UFRJ Agência UFRJ de Inovação - PR2 - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ