anpei2017

A 16ª Conferência Anpei de Inovação, realizada pela Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras, acontecerá neste ano em Belo Horizonte, entre os dias os dias 30 de outubro a 1º de novembro no ExpoMinas, em Belo Horizonte – MG.

Com o tema “Vivendo a inovação em um mundo em transformação”, a 16ª edição da Conferência Anpei de Inovação, realizará palestras com especialistas nacionais e internacionais, que irão abordar tendências e movimentos no Brasil e no mundo que podem auxiliar o país nas políticas e práticas para o setor de PD&I e o ambiente de negócios, apresentados em um layout integrador, painéis simultâneos, experimentações, networking e vivências se integrarão no mesmo espaço.A programação também inclui apresentações de cases de inovação em sessões paralelas.

Segundo os comitês técnico e executivo, esse momento é uma excelente oportunidade para que as empresas mostrem o seu esforço inovativo e compartilhem experiências com um público bastante especializado, fazendo benchmarking de suas práticas com outras companhias.

A Anpei destaca a importância de debates com a iniciativa privada, o governo e instituições científicas e tecnológicas para traçar melhores políticas e práticas para fomentar a inovação no país, e acredita que esse é o caminho para que o Brasil se conecte com o mundo e participe ativamente, tanto nas cadeias nacionais e internacionais de ciência, tecnologia e inovação, quanto em diferentes mercados, gerando produtos e serviços de alto valor agregado.

Inscrições pelo site: http://www.anpei.org.br/conferencia2017/inscricoes.


Diretora executiva do governo de Utah participará do evento

kristencoxKristen Cox, diretora executiva do governo de Utah, irá apresentar o modelo de gestão que lhe rendeu o título de melhor gestora pública dos Estados Unidos em 2016, o Success Framework, durante a 16ª Conferência Anpei de Inovação. “O objetivo é apresentar o modelo de gestão utilizado no governo de Utah, com foco em melhorar os resultados e em criar a capacidade de fazer mais com menos recursos. Utilizamos a Teoria das Restrições, que é empregada em empresas e governos ao redor de todo o
mundo”, aponta Kristen.

De acordo com a diretora executiva, o Success Framework, desenvolvido com base na metodologia da Teoria das Restrições, engloba um conjunto de princípios e ferramentas de gestão que auxiliam agências de governo a obter maior valor para cada dólar dos contribuintes investido. “Esta estrutura foi implementada há quatro anos. A primeira fase do programa focou em aumentar o desempenho dos principais sistemas governamentais em pelo menos 25%. Com esse objetivo cumprido, o programa se concentra, atualmente, na construção da capacidade interna dentro das agências para dimensionar e sustentar essa abordagem”, aponta.

A Teoria das Restrições difere-se de outras metodologias de melhoria, na medida em que foca nas menores mudanças organizacionais necessárias para gerar os maiores aumentos de desempenho. “O desperdício e a variabilidade existem em todos os departamentos de uma organização. Se a liderança tentar focar, simultaneamente, em todos os pontos que necessitam de melhorias, toda a organização ficará dispersa e sem uma melhoria mensurável. A Teoria das Restrições concentra o tempo de gerenciamento nas poucas restrições que bloqueiam o cumprimento do objetivo principal da organização”, explica Kristen Cox.

O painel internacional intitulado “Case de Utah (EUA): Resultados excepcionais utilizando a Teoria das Restrições”, será composto por Kristen, que irá debater sobre o tema do ponto de vista da gestão pública, e pelo presidente do conselho e CEO da Neogrid, Miguel Abuhab, que irá abranger o ponto de vista da gestão privada e trazer a discussão para o cenário brasileiro. Moderado por Aureo Villagra, CEO da Goldratt Consulting Brasil, o painel acontecerá no dia 1º de novembro às 11h no Palco Minas Digital.

 

Ação iTec reúne empresas, ICTs e agências do governo em apresentações de desafios e oportunidades tecnológicas durante a 16ª Conferência Anpei de Inovação

O Programa iTec, iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) com execução da Anpei em prol do desenvolvimento da inovação aberta com transferência de tecnologia entre empresas de todos portes, instituições de pesquisa e agências do governo, realizará a Ação iTec nos dias 31 de outubro e 1° de novembro no Palco Ouro Preto Valley da Estação Experiência, durante a 16ª Conferência Anpei de Inovação, no ExpoMinas, em Belo Horizonte - MG.

A iniciativa tem início às 14h do dia 31 de outubro com a palestra “Inovação Aberta: oportunidades e desafios do ecossistema brasileiro de inovação”, com a participação de Jorge Mário Campagnolo, Secretário Substituto de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação do MCTIC, e Luiz Mello, vice-presidente da Anpei. Logo em seguida, o painel “Oferta e demanda tecnológica: aprendizados e evolução” reunirá palestrantes da Techmall e Vale para apresentar suas experiências com inovação aberta.

O Comitê de Negociação e Relacionamento Institucional (CORI) do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) apresentará seus programas de parcerias estratégicas, assim como o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) irá falar sobre recursos para parcerias e novas tecnologias.

A Saint Gobain do Brasil irá apresentar alguns de seus desafios tecnológicos em inovação aberta. E as oportunidades ficarão por conta da Embrapa, que falará sobre inovação aberta no agronegócio; do Instituto de Pesquisas Tecnológicas, que irá expor sobre inovação aberta no IPT e o novo modelo Embrapii-Sebrae; e da Fundação Educativa de Rádio e Televisão Ouro Preto, que apresentará o IOT 4 Mining, centro de tecnologias de Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial (AI) para a indústria de mineração em Minas Gerais.

No segundo dia de evento, a Ação iTec tem início com o “Workshop como estruturar sua estratégia de inovação aberta: do tema a seleção de parceiros”, ministrado pela Techmall. Em seguida acontece o painel “Contratos Sebrae/Senai e Sebrae/Embrapii: aproximando startups de grandes empresas”, que também falará sobre a parceria da Embrapa Agorenergia com a Embrapii. Nesse dia também acontecerão palestras de facilitadores. Às 11h será debatido o “Uso de informações tecnológicas na identificação de oportunidades e áreas a desenvolver iniciativas de inovação aberta”, ministrada pela Clarivate. E às 14h, o BNDES falará sobre soluções tecnológicas. No fim do dia, a Fiat Chrysler Automobiles (FCA) apresentará sua demanda tecnológica no setor automotivo e o Sebrae irá expor uma oferta tecnológica para a mesma área.

O Programa iTec conta com um Comitê Técnico composto pelas seguintes organizações: MCTIC, Anpei, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Senai, Sebrae, Confederação Nacional da Indústria (CNI), Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec), Fórum Nacional de Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (Fortec), BNDES e Finep. São parceiros da iniciativa: Unesco Brasil, Movimento Brasil Competitivo (MBC), Embrapa, Embrapii, INPI e CNPq.

Visite o site da Plataforma iTec: www.plataformaitec.com.br, conheça os desafios postados, proponha soluções tecnológicas a eles e utilize a ferramenta de inovação aberta para fomentar a inovação na sua empresa ou instituição.

AGÊNCIA UFRJ DE INOVAÇÃO
Rua Hélio de Almeida, s/n - Incubadora de Empresas - Prédio 2 (salas 25 a 29)
Cidade Universitária | Ilha do Fundão | Rio de Janeiro - RJ | 21941614
21 3733-1793 | 21 3733-1788

              facebook        linkedin
 twitter 
UFRJ Agência UFRJ de Inovação - PR2 - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ