UFRJ desenvolve kit para identificação de aditivos em combustíveis e óleos

Kit para identificação de aditivos em combustíveis e óleos

O mês de julho está sendo marcado pelo aumento do preço dos combustíveis. Com dificuldades em recuperar a arrecadação, o governo decidiu aumentar tributos para arrecadar R$ 10,4 bilhões e cumprir a meta fiscal de déficit primário de R$ 139 bilhões. O Programa de Integração Social (PIS) e a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre a gasolina, o diesel e o etanol foram majorados para compensar as dificuldades fiscais, segundo nota conjunta, divulgada pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento. A decisão impactou diretamente o mercado do varejo de combustível.

Diante deste aumento de preços, é natural que surjam preocupações acerca da qualidade destes produtos. Atualmente a UFRJ conta com tecnologias relacionadas ao tema disponíveis para licenciamento ou parcerias com possíveis interessados em inseri-las no mercado produtivo.

Uma delas é o "Kit para identificação de aditivos em combustíveis e óleos". O mercado de combustíveis e óleos no Brasil movimenta grande volume de recursos financeiros através de uma cadeia produtiva que conta com diversos distribuidores e revendedores. Por outro lado, a existência destes intermediários aumenta as chances de adulteração dos produtos. E, devido à carência de ensaios para a identificação da presença de aditivos, os consumidores se vêem obrigados a se basearem apenas na credibilidade das empresas fornecedoras e nos órgãos que fazem o monitoramento dos combustíveis. Mas, ainda que tais órgãos possam atestar que os mesmos se encontram dentro das especificações, não há como garantirem a inexistência de aditivos. Por conta disso, a tecnologia em questão é de grande relevância ao viabilizar uma fiscalização mais eficiente deste setor.

A presente invenção descreve um processo para monitoramento da qualidade de combustíveis e óleos lubrificantes, e também um kit para realizar o referido monitoramento. O processo identifica aditivos detergentes e/ou dispersantes em combustíveis e óleos lubrificantes com eles aditivados através da diferença de comportamento cromatográfico. O processo de monitoramento da presente invenção é simples, barato, seguro e de fácil execução e pode ser utilizado quer pelo consumidor e órgão fiscalizador, quer pelo produtor ou distribuidor.

 

Clique para mais informações.

AGÊNCIA UFRJ DE INOVAÇÃO
Rua Hélio de Almeida, s/n - Incubadora de Empresas - Prédio 2 (salas 25 a 29)
Cidade Universitária | Ilha do Fundão | Rio de Janeiro - RJ | 21941614
21 3733-1793 | 21 3733-1788

              facebook        linkedin
 twitter 
UFRJ Agência UFRJ de Inovação - PR2 - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ